• Início
  • Blog
  • Os 6 principais erros em instalações de Segurança CFTV
Os 6 principais erros em instalações de Segurança CFTV
22 Fev

Os 6 principais erros em instalações de Segurança CFTV

Luciano Tags Dicas

Com o avanço tecnológico ficou muito fácil fazer instalação de sistema de segurança CFTV.

Antigamente era necessário possuir conhecimentos avançados em redes, redirecionamento de portas, configurações de IP, ajustes de compressão de imagem e gravação.

Isso não quer dizer que nos dias atuais não precisamos mais fazer, porém surgiram algumas facilidades que permitem fazer toda a configuração em apenas 5 passos através de um Wizard de configuração passo a passo, apenas clicando no botão próximo e ao final, escanear as configurações no celular através de um QR Code.

Mas ai você deve estar perguntando, isso não é bom?

Sim, todo avançado em tecnologia é sempre muito bem vindo, porém isso abriu portas para pessoas com pouca ou nenhuma experiência entrarem no mercado e cometerem os 6 erros clássicos em instalações, o que acaba deixando o seu sistema de segurança completamente comprometido. Vamos lá.

1) Cabos e Conectores Expostos

A infraestrutura de instalação CFTV é o ponto mais importante, é comum vermos no dia a dia, fios e conectores expostos ao tempo, isso traz dois problemas: O primeiro é que em pouco tempo sua imagem vai ter chuviscos e logo deixará de funcionar, exigindo manutenção e troca de cabos e conectores. O Segundo é que o fio exposto fica muito fácil ser cortado e inibir a imagem do seu circuito de segurança.

erros em instalações de Segurança CFTVerros em instalações de Segurança CFTV

Já flagramos grandes empresas e lojas de franquias renomadas com instalações assim, inclusive com a fonte ao lado da câmera, onde facilmente pode ser desconectada.

Veja na imagem abaixo a fonte instalada ao lado da câmera do lado de fora da loja (Grande Rede de Franquias).

2) DVR Instalado em Local de Fácil Acesso

A instalação fica bonita quando colocamos o DVR dentro de um hack no CPD com ar condicionado, seria o lugar ideal se não fosse tão óbvio para os bandidos, que ao invadirem um local monitorado por câmeras ja começam a procurar o DVR para levar as gravaçoes embora.

Em residências acontece a mesma coisa, por isso recomendamos eleger um bom local para colocar seu DVR, nem sempre vai ser o mais favorecido para instalação ou ventilação, mas é importante escolher um lugar menos óbvio e mais seguro.

Não adianta ter câmeras bem instaladas se o DVR estiver em local de fácil acesso, perder as gravações joga todo seu investimento fora. Sugerimos trabalhar com gravação em Nuvem, assim todas as gravações ficarão em um local diferente de onde estão instaladas as câmeras, temos planos e pacotes para gravação em nuvem, caso haja interesse é só entrar em contato conosco.

3) Nobreak: Item desconhecido e importante

Em nossas propostas esse item é obrigatório, em sistemas de Alarme contamos com bateria e sinal por celular GPRS, em sistemas de CFTV temos que contar com a ajuda de um nobreak. É comum ladrões cortarem a energia para inibir câmeras e alarmes, por isso precisamos estar um passo a frente e garantir que mesmo sem energia nosso sistema continue gravando tudo o que acontece.

4) Câmeras de Baixa Resolução

O barato muitas vezes sai muito caro, já presenciamos muitos casos de pessoas que precisaram usar as imagens CFTV e não conseguiram por conta da baixa resolução. Visualizar apenas um borrão não vai ajudar a identificar e punir o infrator, para as autoridades mesmo que você saiba quem é, não serve como prova se um terceiro que não conhece a pessoa não puder identifica-lo.

Hoje temos câmeras de excelente custo/benefício no mercado que permitem até visualizar a placa de um veículo, vale a pena investir um pouco mais e ter garantido uma boa imagem de visualização e gravação.

5) Organização:

Sempre passa despercebido, o instalador faz tudo correndo, como se em um mês ou dois fosse lembrar o caminho de cada cabo. É muito importante identificar todos os cabos e organiza-los muito bem, saber o cabo que pertence a cada câmera e fonte ajuda na manutenção do sistema.

erros em instalações de Segurança CFTVerros em instalações de Segurança CFTV

6) Ajustes do Sistema (Configurações Avançadas)

Conforme começamos este post, o avanço da tecnologia trouxe novos instaladores ao mercado de sistemas de segurança, porém sem qualquer tipo de qualificação ou capacitação técnica.

Colocar um sistema pra funcionar no celular do cliente é muito simples, porém o DVR conta com muitos recursos importantes que devem ser observados e que não estão presentes no Wizard de Configuração “Próximo, Próximo, Próximo”.

O DVR ou HVR é o responsável por gerenciar todo sistema, na maioria das instalações ele serve apenas para gravar e acessar pelo celular, mas vamos conhecer alguns recursos desconhecidos pelos “novos instaladores” e que são de extrema importancia.

– Detecção de movimentos: Presente em todos os modelos de DVR, permite receber alertas no e-mail sempre que houver movimento na área de abrangencia da câmera;

– Cruzamento de linha: Em alguns modelos como Hikvision e os novos modelos Intelbras é possível criar uma linha virtual, sempre que alguém atravesar essa linha você será notificado na central de monitoramento, email e/ou APP do celular.

– Gravação por detecção de movimento: você pode configurar seu DVR para gravar apenas quando tiver movimento, isso ajuda diminuir o tempo de gravação e aumentar o espaço do HD, facilita no momento de fazer pesquisa de gravações;

– Alterar os frames de gravação e ajustar o tempo de gravação:Outro ponto importante: É possível baixar os frames por segundo sem perder qualidade e aumentar seu tempo de gravação otimizando ainda mais seu HD. Por padrão os DVR fazem vídeos de uma em uma hora, quando você precisa fazer uma busca precisa baixar um arquivo muito grande, o ideal é gravar de 15 em 15 minutos, vai da preferência de cada um;

– Sistema de acesso remoto em Nuvem: Como falado anteriormente é um jeito simples de se colocar na rede, porém nem sempre eficaz, pois você depende do servidor do fabricante para utilizar, usando redirecionamento de portas e DDNS você tem uma conexão mais rápida e sem riscos de ficar sem acesso;

Além dos exemplos citados acima, existem muitos outros recursos que os “novos” instaladores não se atentam no momento de configurar e instalar um sistema de segurança CFTV

script_footer